25 março 2011

phantom limb

Fiz a Dramaturgia para este espectáculo. Se estiverem pelo Algarve, ide ver.

26 Março - TEMPO, Teatro Municipal de Portimão
16 Abril - Teatro das Figuras, Faro

“Phantom Limb” estreia em Portimão
O que é um corpo? O que escondemos no nosso corpo? Porque o escondemos? Eis algumas questões que a nova produção da ArQuente coloca. A estreia está marcada para este dia 26 de Março no TEMPO.

Phantom Limb
, assim se chama o espectáculo que a Associação Cultural ArQuente está a preparar há cerca de 5 meses. A estreia está agendada para o dia 26 de Março no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, pelas 21h30m, com entrada livre.

As luzes estão centradas no corpo. Este assume uma importância vital na nossa existência enquanto indivíduos e seres sociais. A moda, o ideal de corpo, a massificação, a libido, a pornografia, o erotismo, a auto-estima, o mediatismo, o jovem, o belo, o obeso, o anoréctico, o bulímico, o feio, o disforme, molda-nos o corpo e a nossa forma de existir.

Definido desta forma pelo grupo, Phantom Limb pretende desnudar a ideia de corpo e descodificar o conceito.

Ficha Técnica: Ideia Original e Direcção: Gil Silva| Interpretação: Fúlvia Almeida, Maria José Vito, Ricardo Mendonça, Rui Cabrita e Teresa da Silva| Assistente de Direcção: Maria Ramos | Dramaturgia: André Murraças | Vídeo: Joana Costa | Sonoplastia e Música Original: Rui Gonçalves | Desenho de Luz: Jorge Pereira | Construção de Cenário: Rui Favinha | Produção: Adelaide Fonseca | Agradecimentos: a todos os entrevistados no âmbito deste projecto e ainda Marisa Madeira, António Guerreiro, Nuno Murta

Sem comentários: