27 dezembro 2011

circo
Há anos que não ia ao circo. Em vez do caríssimo Soleil ou dos concorridos Cardinallis, optei por uma ida ao Coliseu dos Recreios. E que bem escolhido. Lembrei-me de em pequeno lá ir e foi aí que regressei. Muito mais à antiga, quase sem animais mas com muita desenvoltura física. Todo um tom de honestidade e generosidade, com banda ao vivo e toda uma família circense a dar o corpo ao manifesto. Pipocas e luzinhas complementaram a coisa obrigatoriamente.









Sem comentários: