21 outubro 2012

magnifica presenza
Magnifica Presenza é o novo filme de Ferzan Ozpetek, cujas obras até gosto com excepção do Mine Vaganti. Este é um filme bom disposto, meio fantástico e a piscar o olho a ambientes antigos, com vestidos em lamé e smokings bem engomados a dançar em salas da alta sociedade dos anos 40. Há um sonho com uma trupe de actores fantasmas e um pasteleiro com problemas de amor. Portanto só há que gostar. Perfeito para lutar contra as camisas por engomar cá em casa e ideal para acompanhar com os quilos de lenços de papel gastos deste sexta com esta maldita constipação.


Sem comentários: